Posts tagged ‘selecção’

O “Caso Paula”

Texto retirado do site “Futebol acima de tudo” que evoca o “Caso Paula” que teve origem no programa Os Donos da Bola da Sic.

Faz hoje 10 anos(NOTA: em 2007) ganhou notoriedade pública. Recorde-se que este teve como origem uma reportagem da SIC emitida no programa Os Donos da Bola, a 2 de Maio de 1997, com base em depoimentos de intervenientes directos e indirectos dos acontecimentos da noite em que, alegadamente, no hotel Atlantic Garden, onde a selecção estagiava para o decisivo Portugal – República da Irlanda, da fase de qualificação para o Euro-2006 (a partida foi disputada em 2005), teria ocorrido uma orgia envolvendo diversos jogadores e várias prostitutas brasileiras.
Nessa reportagem, uma prostituta brasileira, Angélica Cristina Ribeiro, apresentada com o nome fictício de Paula, relatou como é que vários jogadores se envolveram num autêntico bacanal com ela e outras colegas, que culminou em cenas de pancadaria. A exibição do programa foi na altura recorde de audiências (um milhão e duzentas mil pessoas) e levantou um enorme celeuma a nível nacional. Em pleno directo, estalou o verniz nos estúdios da SIC, com muita confusão envolvendo Pôncio Monteiro (chegou a chamar “parvo” ao chefe do departamento de Futebol do Benfica na altura, Gaspar Ramos), então comentador no programa, Jorge Schnitzer, editor de desporto do canal e Avelino Ferreira Torres, convidado naquela edição.

O programa baseou-se no depoimento dos intervenientes daquela noite. Uma das prostitutas, a já citada “Paula”, descreveu em pormenor algumas das peripécias, desde o consumo de haxixe por parte dos jogadores até agressões físicas a algumas das prostitutas. Ela própria se assumiu como uma das vítimas, alegando ter sido obrigada a receber tratamento hospitalar. E não se coibiu de denunciar os nomes dos diversos intervenientes, desde o seleccionador nacional na altura, António Oliveira, acusado de ter “apadrinhado a operação”, até aos jogadores Secretário, Fernando Couto e Vítor Baía, passando pelo adjunto de Oliveira, Joaquim Teixeira, que teria “recrutado” as prostitutas num conhecido clube nocturno da capital.

Na sequência das declarações efectuadas no programa, resultaram vários processos em tribunal. Secretário, vítima de humilhação pública com insinuações de natureza sexual no mínimo pouco abonatórias por parte de “Paula” avançou com uma queixa-crime contra a SIC. Joaquim Teixeira reclamou uma indemnização elevada, argumentando ter sido ofendido na sua dignidade e bom-nome, bem como ter sido vítima de prejuízos de natureza material, psicológica, familiar e profissional. António Oliveira também moveu um processo judicial contra a estação de Carnaxide, que seria julgado em 2000. Oliveira exigiu na altura 500 mil euros de indemnização mas o tribunal acabou por condenar a estação a uma pena simbólica de 25 mil euros. O impacto da reportagem foi tal que nem o Presidente da República à data dos factos, Jorge Sampaio, passou à margem deste caso, ordenando uma investigação profunda.

O “Caso Paula” esteve ainda na origem de declarações caricatas do médico do Porto, José Carlos Esteves. Na sequência do internamento de António Oliveira (teve um problema cardíaco que foi atribuído ao stress causado pela reportagem), o médico azul e branco soltou esta pérola. “Assistimos pela primeira vez na História do Homem a uma tentativa de homicídio por meios audiovisuais, quase concretizada”.

http://futebolacimadetudo.blogspot.com/2007/05/grandes-estrias-o-caso-paula.html

Entrevista a José Mourinho (Público) – 2ª parte

“Parece-me lógico que os adeptos do FC Porto tenham amor por mim”

José Mourinho conquistou quase tudo o que tinha para conquistar ao serviço do FC Porto. Mas a sua saída do clube não aconteceu da melhor forma. O técnico comenta a relação que existe si e os adeptos do FC Porto.

Como estão as suas relações com Pinto da Costa? Ainda hoje, os adeptos do FC Porto parecem manter consigo uma relação de amor e ódio…

Diz-me que os adeptos do FCPorto têm amor por mim. Parece-me lógico, pois fui o treinador que chegou com a equipa em crise e que, em dois anos e meio, ganhou a Taça Uefa, a Champions, dois campeonatos, uma Taça de Portugal e uma Supertaça. Parece-me, portanto, normal que gostem de mim. Quanto ao ódio… Só se queriam que eu ganhasse também a Taça Intercontinental. Mas isso era fácil, bastava ganhar a uns colombianos e o FC Porto fê-lo sem mim. Por isso, não vejo razão para me odiarem. Quanto ao presidente… um grande presidente!

“Se algum dia for seleccionador direi não aos naturalizados”

José Mourinho já disse mais do que uma vez que, na parte final da sua carreira de treinador, gostaria de ser seleccionador de Portugal. Enquanto esse tempo não chega, o técnico vai estando atento ao percurso da equipa nacional.

Como viu a carreira de Portugal no apuramento para o Mundial 2010? Chegou a desacreditar?

Portugal qualificou-se e ponto final! O objectivo foi conseguido.Tenho de dar os parabéns a todos quantos contribuíram para ele ser alcançado. Foi menos fácil do que se esperava? Sim, é certo, foi um sufoco inesperado, mas qualificou-se.

Concorda com a utilização de jogadores naturalizados?

Não sou ninguém para concordar ou discordar, porque quem está nos centros de decisão é que tem legitimidade total para decidir. Mas se algum dia for seleccionador, direi não aos naturalizados.

O que Portugal pode ambicionar na África do Sul?

Pode ambicionar tudo, porque tem potencial. Mas as dificuldades estão ali e não chegarmos à fase terminal da prova não pode ser visto como um fracasso. Há selecções com maior potencial. Deixemos o seleccionador e os jogadores trabalharem sem pressões e eles farão o melhor possível.

Quem vai ganhar e quem pode ser surpresa no Mundial?

Surpresa? Não sei… Uma equipa africana chegar aos “quartos”, a uma meia-final? Quem vai ganhar? Os mesmos de sempre que ganham ou cheiram os títulos… Mais a Espanha de Xavi e Iniesta.

“O Inter joga mal? Em Inglaterra há quem jogue bem e não ganhe nadinha”

Nnão gosta ouvir e ler que os espectáculos futebolísticos proporcionados pelo Inter de Milão deixam algo a desejar. Contrapõe com as vitórias e os golos obtidos pela sua equipa e dá o exemplo de Inglaterra, onde há quem jogue bem e não ganhe “nadinha”. Sobre Quaresma, garante que ele acabará por se impor no Inter de Milão.

Não teme vir a ficar conhecido como um bom treinador que ganha mas que não dá espectáculo?

O Inter, como todas as minhas equipas, ganha mais vezes que os outros, marca mais golos, sofre menos golos, ganha mais títulos, por vezes até goleia e constrói resultados incríveis como, por exemplo, este ano, as vitórias por quatro e cinco a zero sobre o AC Milan e o Genova. Joga mal? Olhe para Inglaterra, onde há equipas que jogam muito bem e não ganham nadinha há já uns anitos.

Porque não se conseguiu impôr Quaresma? Vai sair em Dezembro?

Quaresma não se impôs do mesmo modo que não se impuseram Diego, Filipe Melo, Huntelaar, Julio Baptista e tantos outros. O futebol italiano não é fácil, principalmente para jogadores ofensivos. É necessário ter forte mentalidade para aguentar a adaptação e o tempo que esta exige. Mas o Quaresma vai conseguir, estou seguro disso.

Concorda que o Inter começa a ser demasido dependente de poder contar ou não com Sneijder?

Dependente de Sjneider? Sem dúvida! É um jogador com um perfil único neste plantel. Sem ele, somos obrigatoriamente diferentes. É curioso verificar que um jogador super-nuclear para nós tenha sido um dispensado do Real Madrid…

Como tem observado o campeonato português?

Vejo pouco, apenas uns joguinhos, um ou outro resumo, vejo os resultados…

Há jogadores na Liga portuguesa que podem chegar aos clubes europeus de top? Quais? Quais gostaria de contratar?

Portugal produz sempre bons jogadores e consegue sempre chegar a mercados acessíveis e a jogadores que, depois, se tornam muito apetecíveis para os campeonatos onde há dinheiro. Portugal será sempre fonte de interesse para nós. Mas não falo em nomes.